Dólar cai a R$ 5,09 e Ibovespa fecha em alta após o novo arcabouço fiscal

Ilustração: Divulgação
A expectativa era a de que um arcabouço “sólido e crível” contribuísse para amenizar o tom da autoridade monetária em seu combate à inflação

Os investidores reagiram de forma positiva à apresentação do novo arcabouço fiscal pelo governo nesta quinta-feira (30).

A proposta, que pretende substituir a regra do teto de gastos, prevê que as despesas do governo poderão crescer acima da inflação dentro do intervalo de 0,6% a 2,5%.

O crescimento das despesas também será limitado a 70% do crescimento da arrecadação federal dos últimos 12 meses.

O governo espera dar mais previsibilidade para as despesas públicas e manter uma flexibilidade para o aumento dos gastos, embora sempre acima da inflação.

O principal índice da bolsa de valores brasileira subiu 1,89%, encerrando o dia aos 103.713 pontos.

O dólar, que iniciou a semana na casa dos R$ 5,30, fechou o pregão desta quinta em R$ 5,09 (-0,75%).

O mercado financeiro esperava por esse anúncio desde a eleição de Lula como presidente em outubro e desde antes da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que decidiu na semana passada pela manutenção da taxa Selic em 13,75% ao ano.

A expectativa era a de que um arcabouço “sólido e crível” contribuísse para amenizar o tom da autoridade monetária em seu combate à inflação.

Fonte: Bloomberg Línea

Última Edição

REVISTA DIGITAL

Seca atinge níveis alarmantes na Amazônia

Amazônia vem alcançando marcas negativas históricas e já vivencia crises ambiental, econômica e humanitária Leia matéria completa no link abaixo:

Entrevistas

Rolar para cima