APDM cadastra 30 startups em plataforma de internacionalização e amplia capacitação institucional

A partir deste cadastro, as startups passam a ter uma conexão internacional que permite que possam ser geradas novas conexões e novos negócios de acordo com os eixos temáticos determinados neste processo de integração com a plataforma SOSA
Foto: Divulgação

A Associação do Polo Digital de Manaus (APDM) passou por um processo de capacitação que envolve diversas frentes, incluindo a internacionalização das atividades da entidade e de seus associados. A iniciativa foi possível após a seleção da APDM na Chamada CNI-Sebrae voltada a ambientes promotores de inovação, ocorrida em maio deste ano e que contemplou 10 instituições, sendo apenas duas da Região Norte. A partir desta atividade foi possível à APDM cadastrar 30 startups associadas na plataforma internacional SOSA, o que abre um leque de oportunidades para as empresas nascentes de base tecnológica da região trabalharem e se conectarem com players de todo o mundo.

A partir deste cadastro, as startups passam a ter uma conexão internacional que permite que possam ser geradas novas conexões e novos negócios de acordo com os eixos temáticos determinados neste processo de integração com a plataforma SOSA.

“A experiência que estas startups vão passar a ter vai colocá-las num nível diferenciado de atuação no mercado, uma oportunidade que envolve verticais tais como Indústria, Logística, Sustentabilidade, dentre outras de grande destaque no atual cenário mundial”, afirmou Murilo Monteiro, diretor executivo da APDM.

O dirigente ainda destacou que para atender às demandas da capacitação dedicada às instituições selecionadas na Chamada CNI-Sebrae, foi necessário ampliar a base de mapeamento do ecossistema do Polo Digital de Manaus, de acordo com o nível de exigência de informações das startups – conforme foi solicitado à APDM – para cadastrá-las na plataforma de internacionalização. Isso aperfeiçoou ainda mais as atividades da Associação.

Aperfeiçoamento institucional

Durante a capacitação promovida no treinamento realizado em São Paulo com demais atores selecionados na Chamada, os representantes da APDM puderam participar de atividades com especialistas internacionais que, durante sessões técnicas, apresentaram experiências singulares que envolvem temáticas de inovação aberta de nível global e os requisitos necessários para a inserção de tecnologias no mercado.

“O conhecimento adquirido a partir dos profissionais ligado à plataforma da SOSA é diferenciado, uma vez que a empresa reúne centenas de startups prontas para gerar soluções para indústrias e investidores em todo o mundo. A SOSA tem sede em Tel-Aviv (Israel) e conta com hubs de inovação em mercados como Londres, Frankfurt, Tóquio, Nova Iorque e Abu Dhabi, o que demonstra o alto nível de maturidade da empresa e como esse network pode ser fundamental para o avanço dos associados do Polo Digital de Manaus neste mercado global de inovação”, comentou Murilo Monteiro.

Entrevistas

Rolar para cima