Americanas fica surpresa com o fim da parceria com a Vibra

Companhias efetivaram uma Joint Venture ano passado para a exploração do negócio de lojas de pequeno varejo, dentro e fora de postos de combustíveis
Fachada da Americanas Express, na região central da cidade de São Paulo (SP) Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

Vibra anunciou em fato relevante na segunda-feira (23) que decidiu encerrar a parceria com a Americanas destinada à exploração do negócio de lojas de pequeno varejo, dentro e fora de postos de combustíveis.

Após comunicar a sua decisão, A Americanas disse estar “surpresa” com o fim da parceria, efetivada em fevereiro do ano passado. A varejista afirmou que a rescisão ocorreu “sem que tivesse havido qualquer manifestação anterior ou qualquer comunicação prévia”.

As duas empresas formaram uma Joint Venture chamada “Vem Conveniência”, com 50% do capital social de cada uma no negócio. Em nota, a Vibra declarou que a Vem Conveniência poderia sofrer com potenciais impactos da dívida de R$ 43 bilhões da Americanas.

“A companhia entende que esse procedimento é o que melhor atende aos objetivos do negócio nesse momento, bem como buscará manter a reserva de todos os seus direitos e prerrogativas assegurados em lei ou nos documentos da parceria, que possam advir de atos praticados pelo sócio Americanas inclusive no curso da constituição da parceria”, publicou a Vibra.

Por sua vez, a Americanas disse que está “está avaliando os termos da notificação junto a seus assessores legais para resguardar o interesse da empresa”.

Fontes: CNN e Reuters

Última Edição

Entrevistas

Rolar para cima