Norte Export discutirá em Manaus principais temas para crescimento do setor logístico e portuário da região do Arco Verde

Evento teve datas anunciadas para 03 e 04 de abril. Público poderá fazer visita técnica ao Super Terminais
Marcello Di Gregorio (esq.), diretor do Super Terminais, e ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França. Foto: Divulgação

Pela primeira vez, Manaus será palco do principal evento do setor logístico hidroviário da região Norte do Brasil, o Norte Export 2023, e as datas já estão marcadas: 03 e 04 de abril.

O anúncio do evento foi feito durante o lançamento do calendário do Brasil Export, realizado em 07 de fevereiro, em Brasília, com a presença dos ministros de Portos e Aeroportos, Márcio França, da Defesa, José Múcio, e da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes.

Os participantes do Norte Export 2023 farão uma visita técnica ao Super Terminais, o mais eficiente terminal privativo no Polo Industrial de Manaus.

O Norte Export é um dos eventos regionais do Brasil Export (Fórum Nacional de Logística, Infraestrutura e Transportes) e tem o objetivo de discutir temas que contribuam para todo o setor logístico portuário do Norte brasileiro, região que tem se destacado nas exportações.

Em 2022, o Arco Norte – portos localizados acima do paralelo 16 – bateram recorde de exportação de grãos, superando pela primeira vez o volume do porto de Santos. Em 2009, essa região participava com 16,6% do total exportado de milho e soja. Em 2022, esse índice chegou a 72,1%, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

“Além da exportação de grãos, os portos do Arco Norte são muito importantes para a entrada de fertilizantes importados, além de transportarem os produtos eletrônicos comercializados na Zona Franca de Manaus”, avalia Marcello Di Gregorio, diretor do Super Terminais.

O setor de logística e infraestrutura portuária vive um momento chave de consolidação de seu crescimento na busca de mais eficiência para matriz nacional de transportes.

Segundo balanço da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) o setor movimentou 653 milhões de toneladas de janeiro a outubro de 2022. O país conta hoje com 35 portos públicos e mais de 200 terminais portuários privados.

Para Di Gregorio, a realização do Norte Export na capital do Amazonas traz uma oportunidade para que autoridades e empresários conheçam de perto a região e proponham ações de fortalecimento da atividade.

“Como principal cidade da região, Manaus merecia receber este evento. Será ainda uma oportunidade para que esses agentes da cadeia produtiva de portos e navios conheçam as tecnologias que estamos implementando no Super Terminais e que trarão mais produtividade e sustentabilidade para nossas atividades”.

Cerimônia

Durante a cerimônia de lançamento do calendário de eventos organizados pelo Brasil Export em 2023, o CEO da organização, Fabricio Guimarães Julião, ressaltou a importância da realização de eventos regionais para discutir o setor portuário.

“Começamos a agenda de eventos regionais do Brasil Export com Manaus. Queria agradecer o senhor Sergio Aquino, presidente do conselho do Norte Export, e Marcello Di Gregorio, diretor do Super Terminais, por todo o entusiasmo e liderança e por tudo que têm feito pelo Norte Export”, disse o CEO, que ressaltou ainda que serão realizados eventos em todas as regiões brasileiras, além de Portugal, Singapura e Mercosul.

O ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, se colocou à disposição para o diálogo com todos os agentes do setor e ressaltou a importância do segmento portuário e aeroportuário para a economia e soberania nacional.

“Nós entendemos que essas atividades ligadas a porto e aeroporto também fazem parte da nossa soberania, por isso, precisa de autoridade pública para fazer a sua regulação. Tenho muito prazer de dizer que temos a disposição de poder acertar. Vamos olhar para frente e sempre com entendimento”, ressaltou o ministro, que na ocasião representou o presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva.

Investimentos recordes transformam Super Terminais em porto verde

O Super Terminais tem se preparado para se tornar um porto verde. Desde 2022, foram feitos investimentos de R$ 260 milhões no terminal, que trabalha para ampliação do píer e funcionamento de equipamentos de alta tecnologia e que emitem menos gases de efeito estufa.

Este é o caso dos três guindastes ESP, elétricos, fabricados na Holanda e considerados os mais modernos do Brasil. Os equipamentos chegaram em setembro de 2022 no Super Terminais e a expectativa é que durante o Norte Export estejam com instalação finalizada.

“Esses equipamentos, altamente tecnológicos, vão permitir uma melhora de produtividade no Super Terminais aliado com uma operação mais sustentável, com economia de combustíveis fosseis e redução na emissão de gases de efeito estufa”.

Super Terminais patrocina lançamento da Academia Brasileira de Direito Portuário e Marítimo

O Super Terminais foi um dos patrocinadores do evento de lançamento da Academia Brasileira de Direito Portuário e Marítimo, realizado em 06 de fevereiro, em Brasília. O evento contou com a participação do Ministro dos Portos e Aeroportos, Márcio França, do Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, além de representantes de todo o setor portuário. 

A Academia Brasileira de Direito Portuário e Marítimo tem o objetivo de contribuir com os atos normativos do complexo sistema portuário brasileiro. Para Gilmar Mendes, o direito marítimo está relacionado com a soberania nacional, o relacionamento internacional, e a importância de o Estado possuir autoridade suprema.

“O direito marítimo se relaciona com um tema muito raro a qualquer nação, a soberania. A soberania é um conceito político e jurídico fundamental e que se refere à atividade suprema e independente sobre o seu território, subsolo, solo e espaço aéreo”.

“A academia brasileira de direito portuário e marítimo terá uma importância ímpar para os terminais privados de nosso país, isso porque estimulará não apenas a produção literária e doutrinária, mas sim debates qualificados que contribuíram positivamente para a modernização e adequação da legislação brasileira”, afirma Natan de Sousa Lima Junior, assessor jurídico do Super Terminais.

Super Terminais

Com 25 anos de experiência no mercado de transporte e logística, o Super Terminais é o mais eficiente terminal privativo no Polo Industrial de Manaus. Opera cargas em contêineres, cargas de projetos e cargas soltas.

A estrutura oferece ainda os equipamentos mais modernos do mercado e cumpre rigorosamente os cronogramas de manutenções preventivas e corretivas com peças originais, garantindo a segurança e a eficiência no manuseio de cargas.

A média operacional está em cerca de 40 movimentos por hora, com 3 turnos, e 280 tomadas para contêineres frigorificados. Entre as grandes preocupações da empresa estão a preservação da maior floresta tropical do mundo – a Floresta Amazônica –, a capacitação para promover um ambiente sustentável e o desenvolvimento de campanhas para evitar a ocorrência de acidentes ambientais e humanos.

Fonte: GBR Comunicação

Entrevistas

Rolar para cima