Saiba quem é o novo comandante do Exército Brasileiro general Tomás Miguel

General foi escolhido após a demissão de Júlio César de Arruda do cargo, após os ataques às sedes dos Três Poderes em Brasília
Foto: Agência Estado

Por Fabrício Julião / CNN

Com a confirmação do ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, neste sábado (21), o general Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva é o novo comandante do exército brasileiro.

Ele foi nomeado para o cargo após o general Júlio César de Arruda ter sido demitido por Lula, depois dos episódios de ataques às sedes dos Três Poderes, em Brasília.

O novo comandante do exército já chegou a afirmar que o resultado das urnas deve ser respeitado – a primeira manifestação pública de um comandante militar desde os ataques aos três Poderes.

Por isso, tornou-se alvo, ao lado de outros integrantes do Alto Comando do Exército (ACE), de uma campanha difamatória de bolsonaristas.

Quem é o novo comandante do exército

Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva nasceu em 29 de setembro de 1960, na cidade de São Paulo. O general é casado e pai de quatro filhos, duas meninas e dois meninos.

O novo comandante está no exército desde 1975, ano em que incorporou a Escola Preparatória de Cadetes do Exército, sediada em Campinas, SP, tendo sido declarado aspirante a oficial da Arma de Infantaria em 1981.

Durante sua carreira, comandou alguns batalhões no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Paraná. Além disso, comandou o Batalhão da Guarda Presidencial, em Brasília, a 2ª Subchefia do Comando de Operações Terrestres, também na capital federal, a 11ª Brigada de Infantaria Leve, em Campinas, e Academia Militar das Agulhas Negras.

Comandou ainda a Escola Preparatória de Cadetes do Exército, local onde ingressou na carreira militar.

Ascendeu ao posto de general, o mais alto da carreira, em 31 de julho de 2019. Desde então, passou a integrar o Alto Comando do Exército, órgão colegiado onde são tratados os assuntos relativos à Política Militar Terrestre, além de estratégias e matérias de relevância dependentes de decisão do comandante do exército.

A primeira missão de Tomás Miguel foi chefiar o Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx), no Rio de Janeiro, órgão responsável em promover a educação, cultura, pesquisa e esporte no exército brasileiro.

Como comandante militar do Sudeste, era responsável por 59 organizações militares, com o efetivo de 17.621 homens e mulheres. Agora, com a demissão de general Júlio César de Arruda, é o novo comandando do exército brasileiro.

Entrevistas

Rolar para cima