Crianças do Educandário Gustavo Capanema recebem ovos de Páscoa de colaboradores do Super Terminais em Manaus

Por meio do projeto social SuperAção, 120 crianças receberam ovos de chocolate

Páscoa pede chocolate! E é isso que 120 crianças de 4 a 12 anos do Educandário Gustavo Capanema ganharam nesta quinta-feira, 6 de abril. Os colaboradores do Super Terminais entregaram ovos de Páscoa para os alunos, por meio do SuperAção, projeto social criado pelo Super Terminais em 2021, com atividades fixas programadas para Páscoa, Dia das Crianças e Natal.

O SuperAção consiste em envolver os colaboradores do Super Terminais na arrecadação de brinquedos e kits de higiene e alimentação para serem doados a comunidade. O objetivo é fazer o bem e aproximar o terminal portuário da população.

“É uma grande alegria para nós essa interação com as crianças do Educandário. Conhecemos há décadas o trabalho dessa instituição. Temos trabalhado fortemente para arrecadar brinquedos, chocolates e itens de higiene em datas comemorativas como a Páscoa, mas também temos nos envolvido com ações sociais em diferentes pontos da cidade de Manaus, principalmente, em momentos de emergência”, afirma Marcello Di Gregorio, diretor do Super Terminais.

Outras doações

Colaboradores voluntários do Super Terminais entregaram em 26 de março doações para auxiliar as vítimas das fortes chuvas que têm causado estragos e mortes em Manaus (AM). A campanha de arrecadação continua com os colaboradores da empresa. Os itens doados, todos de primeira necessidade, foram entregues na região mais afetada da cidade, a zona leste, nos bairros Japiim e Jorge Teixeira, o mais populoso de toda a capital. Os moradores receberam as doações feitas dentro do terminal em Manaus pelos colaboradores da empresa e também os itens adquiridos pelo Super Terminais.

Super Terminais

Com mais de 25 anos de experiência no mercado de transporte e logística, o Super Terminais é o mais eficiente terminal privativo no Polo Industrial de Manaus. Opera cargas em contêineres, cargas de projetos e cargas soltas. A estrutura oferece ainda os equipamentos mais modernos do mercado e cumpre rigorosamente os cronogramas de manutenções preventivas e corretivas com peças originais, garantindo a segurança e a eficiência no manuseio de cargas.

A média operacional está em 40 movimentos por hora, com 3 turnos, e 280 tomadas para contêineres frigorificados. Entre as grandes preocupações da empresa estão a preservação da maior floresta tropical do mundo – a Floresta Amazônica –, a capacitação para promover um ambiente sustentável e o desenvolvimento de campanhas para evitar a ocorrência de acidentes ambientais e humanos.

Fonte: GBR Comunicação

Entrevistas

Rolar para cima