Mesmo reeleito presidente do Senado, Pacheco perde votos entre mandatos

Senador teve 57 votos em 2021; nesta quarta-feira (1º), recebeu 49; situação também ocorreu com Renan Calheiros em 2007 e em 2015
Foto: Pablo Valadares / Câmara dos Deputados

Por Leonardo Rodrigues / CNN em São Paulo

O senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG) foi reeleito presidente do Senado e seguirá no cargo pelos próximos dois anos, após votação ocorrida nesta quarta-feira (1º).

Integrante da maior bancada da Casa e apoiado pelo PT do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ele obteve 49 votos. Seu adversário e candidato do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Rogério Marinho (PL-RN), somou 32.

Quando foi eleito para seu primeiro mandato na presidência do Senado, em 2021, Pacheco teve 57 votos. Na ocasião, também era apoiado pelo governo federal, ainda comandado por Bolsonaro.

Essa foi a terceira vez em que um presidente foi reeleito no Senado com menos votos do que teve ao ser eleito. Antes dele, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) viu sua votação diminuir nas duas vezes em que foi reconduzido ao cargo.

Eleito pela primeira vez em 2005 com a ampla base de 72 parlamentares, o emedebista foi apoiado por 51 na reeleição, em 2007. No ano de 2013, Calheiros volta à presidência da Casa com 57 votos; já em 2015, é reeleito com 49.

Além do alagoano, duas vezes, e Pacheco, somente outros dois senadores conquistaram a reeleição presidencial na Casa Alta do Legislativo: Antônio Carlos Magalhães (do então PFL-BA), em 1999, com 70 votos, e José Sarney (PMDB-AP), em 2011, também com 70. Ambos ampliaram seus apoios em relação à primeira vitória.

Veja a relação de votações dos presidentes do Senado:

  • 1985: José Fragelli (MDB-MG), 38 votos
  • 1987: Humberto Lucena (MDB-PB), 67 votos
  • 1989: Nelson Carneiro (PMDB-RJ), 70 votos
  • 1991: Mauro Benevides (PMDB-CE), 76 votos
  • 1993: Humberto Lucena (PMDB-PB), 69 votos
  • 1995: José Sarney (PMDB-AP), 61 votos
  • 1997: Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), 52 votos
  • 1999: Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), 70 votos
  • 2001: Jader Barbalho (PMDB-PA), 41 votos
  • 2001: Ramez Tebet (PMDB-MS), 41 votos
  • 2003: José Sarney (PMDB-AP), 76 votos
  • 2005: Renan Calheiros (PMDB-AL), 72 votos
  • 2007: Renan Calheiros (PMDB-AL), 51 votos
  • 2007: Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), 68 votos
  • 2009: José Sarney (PMDB-AP), 49 votos
  • 2011: José Sarney (PMDB-AP), 70 votos
  • 2013: Renan Calheiros (PMDB-AL), 56 votos
  • 2015: Renan Calheiros (PMDB-AL), 49 votos
  • 2017: Eunício Oliveira (PMDB-CE), 61 votos
  • 2019: Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), 42 votos
  • 2021: Rodrigo Pacheco (PSD-MG), 57 votos
  • 2023: Rodrigo Pacheco (PSD-MG), 49 votos

Entrevistas

Rolar para cima